“Desvio de função”

Aqui em Fortaleza, a OAB, uma instituição que, supostamente, até por se constituir em um dos órgãos do sistema jurídico brasileiro, deveria pugnar preferencialmente pelo efetivo CUMPRIMENTO DA LEI, a saber, o efetivo recolhimento das obrigações tributárias e fiscais por parte das empresas, na contramão dessa suposição lógica, “ombreia-se” com a classe empresarial em sua sanha sonegadora (ops….desculpa….não é sonegação….é “elisão”….rss..) e, sem o menor constrangimento, ostenta um escandaloso “impostômetro” na fachada de sua sede na Av. Washington Soares, quase em frente ao Centro de Eventos.

Eu esperaria um “trambolho” desses instalado em frente a uma entidade daquela classe, uma FIEC, por exemplo….mas…nunca em frente a uma entidade que, se não quer exercer um papel socialmente responsável de combater a sonegação, deveria pelo menos se abster de fazer o papel sujo de “advogada” dos que usam de todos os artifícios possíveis e imagináveis para desviar da sociedade os recursos que poderiam minimizar o sofrimento da esmagadora maioria de seus membros.

De fato, a degradação ética de todo o arcabouço institucional do estado burguês brasileiro corre a passos largos. Entretanto, um dia a panela de pressão explode.impostometro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s